Porque é que Varoufakis foi forçado a demitir-se?

Depois do Não esmagador, Tsipras e os conciliadores precisavam de fazer uma oferta sacrificial às “Instituições” e aos mercados. A direita grega (nomeadamente o Potami) também exigiu a demissão do Varoufakis a fim de se juntar à frente de “unidade nacional” sugerida pelo Tsipras. Ou seja, depois de infligir uma importante derrota quer às “Instituições”, quer à quinta-coluna interna, Tsipras agora estende-lhes a mão.
Varoufakis foi utilizado por Tsipras num primeiro momento como uma espécie de “pára-raios”. Mas Varoufakis tem vindo a ganhar algum peso próprio político, tornou-se tão ou mais popular que Tsipras… Várias afirmações bombásticas que foi fazendo condicionaram a acção do governo para lá do que Tsipras gostaria. O seu comportamento “errático” e “imprevisível” era um obstáculo a uma gestão controlada da crise em curso.

11996538_s
Ou seja, em certo sentido, isto foi uma manobra à “Game of Thrones” pura e dura (ler o excelente texto do Francisco Louçã​). Por um lado Tsipras sacrifica uma peça aos inimigos, por outro livra-se de um potencial adversário e fonte de instabilidade no seu próprio campo.

Mas mais relevante que estas manobras maquiavélicas, é o que isto revela sobre a linha que Alexis Tsipras​ deseja seguir. Ele está desesperadamente à procura de um acordo e vai tentar alcançá-lo de qualquer formas, só não fará uma capitulação total se verificar que isso lhe pode custar o poder.

Devo dizer que nunca tive confiança no Varoufakis, é um fanático defensor do euro e esteve na primeira linha dos que aceitaram de bom grado as privatizações. Mais, sempre me pareceu óbvio que mais cedo ou mais tarde com a agudizar da crise Varoufakis teria de ir ao ar. Pura e simplesmente não tem a consistência política que os tempos exigem.
Finalmente, este desenvolvimento mostra claramente como em situações de intensa crise politica com a actual, tudo acontece a grande velocidade e com grandes reviravoltas. Aqueles que hoje são levados em ombros, amanhã podem sem apelo nem agravo serem postos a um canto.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a Porque é que Varoufakis foi forçado a demitir-se?

  1. Pingback: A “racionalidade” Alemã na crise Greco-Europeia. | cinco dias

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s